martes, 13 de marzo de 2018

Será que todos vêem tanto e tão longe quanto eu?
Será que só eu acho perturbador tudo o que enxergo ao longe (muito do que enxergo de perto)?
Será que os invisuais são mais felizes por não enxergarem tanto tantas vezes como nós?

No hay comentarios:

Publicar un comentario