sábado, 14 de abril de 2018

Discordo fortemente da ideias de que deveríamos promover um funeral digno à filosofia. O que penso que deveríamos fazer à filosofia no século XXI é muito diferente de um funeral digno, como de um chefe de estado morto. Creio que o melhor procedimento seria aquele que os bárbaros tiveram com Roma, ou seja, pilhar totalmente todo seu espólio. Devemos tirar, arrancar, levar tudo o que acharmos de valioso deste império em ruínas.

No hay comentarios:

Publicar un comentario